Ordem dos Frades Menores Conventuais

Artigos, Destaques › 15/04/2019

SEMANA SANTA E VOCAÇÃO

Caros irmãos e irmãs. Ontem, deu-se inicio à Semana Santa com a entrada de Jesus em Jerusalém, como bem nos recorda a liturgia do “Domingo de Ramos”. Damos início àquele momento em que Cristo depois de ter passado fazendo o bem e cumprido a vontade do Pai, será entregue como malfeitor para ser crucificado. Isto nos lembra da passagem de Isaías que nos diz assim: “Como cordeiro levado ao matadouro ou ovelha diante do tosquiador, ele ficou calado, sem abrir a boca” (Is. 53,7).

Como é edificante perceber em Jesus este olhsar atento para descobrir a vontade de Deus como Servo obediente em cada momento de sua vida. Deus nos fala por meio da realidade que nos encontramos. E Jesus nos ensina a sermos atentos a ela e nos perguntar: o que Deus pede de mim neste momento, nesta situação, e nesta vida? E você já se fez esta pergunta hoje?

Outra importante pergunta é: qual a relação que existe entre tudo o que Jesus está vivendo e a nossa Vocação? Jesus nos ensina como é a postura daquele que deseja segui-lo através de sua própria vida. Uma vida que só deseja servir numa obediente escuta ao Pai. Esta ação de Jesus nos recorda o escriba que ao ver todo bem que Jesus realizava, demonstra seu desejo de segui-Lo. Jesus lhe responde: “As raposas têm tocas e as aves do céu, ninhos; mas o Filho do Homem não tem onde reclinar a cabeça” (Mateus 8, 19-20). Jesus é aquele que não possui lugar fixo neste mundo e não deseja outra coisa a não ser cumprir a vontade do Pai.

No entanto, Jesus nos mostra que essa vontade acontece de modo bem concreto e precisa de atitudes que mostrem uma identidade entre aquilo que falamos e fazemos.  A semana Santa nada mais é do que a decisão concreta de Jesus de em tudo ser testemunho do Pai através de todo bem que realizara e de sua firme atitude de como Servo do Senhor resistir firme e coerente diante das violências sofridas.

Tudo isso, identifica Jesus como servo sofredor de Isaías. Aquele que é capaz de dar a vida pelos que ama, pois sabe que estes que o condenam não conhecem a verdade e seus corações estão fechados a Vida em plenitude.

Olhando para Jesus que nos diz: ”Eu sou o caminho, a verdade e a Vida”, somos capazes de segui-Lo em tudo até mesmo na Cruz? Passar nossa vida fazendo o bem e enfrentar as dificuldades pertencentes a ela? Somos capazes de dar a vida pelo outro? Caros irmãos é esta nossa vocação: seguir em tudo Nosso Senhor Jesus Cristo. Assumir a missão neste mundo de ser apenas servo e nada mais. Aprender com Jesus que o maior neste mundo é aquele que serve.

Amados, vivamos com ardor e afinco essa Semana Maior que se inicia. Não seja mais um feriado ou mais algumas missas. É o nosso Deus que mais uma vez se entrega por nós. Que, nessas celebrações, possamos dar a resposta de amor e gratidão a Deus e viver tudo aquilo que Ele sonhou para nós. Não nos acanhemos em dar o “sim” a esse Deus que nos amou até o fim para que sejamos felizes, e a felicidade estar em viver seus desígnios. Fora de Deus não há felicidade!

E reflitamos sobre a vida de Jesus sobre a terra e observemos que segui-lo exige de nós perseverança e fidelidade. É um caminho de grande alegria, mas ao mesmo tempo exigente, no qual dar a vida consiste em passar pela dor da incompreensão, da inveja e da mentira. Pensemos: Estamos conscientes de que o caminho é exigente?

Ótima Semana Santa a todos!

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.